Ficções: vozes góticas na literatura

Um projeto para ouvintes narradores de estórias

Autor: José Alaercio Zamuner

Contatos: e-mail: alaercio@uol.com.br

Público alvo: geral

Carga horária: 9 horas

Objetivos:

1)      Desenvolver estudos sobre produções literárias de teor gótico.

2)      Promover oficinas de contar estórias, recitar poemas e leitura dramática.

Atividades do curso

1)      Apresentação de bibliografia para as discussões e direcionamento do curso,

2)      Discutir a prática e tradição de narrar estórias entre os povos

3)      Discutir os recursos e estilos usados pelos narradores ao contar estórias

4)      Discutir as adaptações de textos da tradição culta (editadas) para narração oral

5)      Promover estudos teóricos pertinentes às literaturas culta e popular

6)      Promover exercícios envolvendo adaptações, compilações de textos,

7)      Promover exercícios envolvendo a prática de contar estórias,

8)      Promover exercícios envolvendo a criação de textos,

9)      Dramatização de estórias da literatura oral gótica (domínio público),

10)  Dramatização de textos da prosa de ficção culta gótica (obras editadas).

Justificativas:

A recuperação do narrador em nossos dias tem uma importância fundamental, posto que a prática de contar estórias oferece-nos um retorno às origens da atividade intelectual humana.

Se o ato de narrar estórias traz consigo a representação nos gestos e voz dos narradores, recuperar esta atividade é impulsionar o aperfeiçoamento e o prazer da prática da leitura; pois subjaz às narrativas um convite, mais explícito, ao ouvinte para uma viagem através do mundo da ficção, cheio de exercícios de imagens, que, com a prática da leitura, colaboram com o desenvolvimento cognitivo do ouvinte ou leitor. Essa prática se justifica na consideração de que o homem, em busca de uma compreensão de si próprio, usa as narrativas como um “ruminar” constante, através dos tempos: de sua origem e de sua história.

Desta forma, a prática de contar estórias extraordinárias, góticas que se propõe, será uma visita ao mundo do sobrenatural, do medo, produzido, em princípio, pelos escuros enfrentados pelo homem ao longo de sua história.

Sobre o autor do projeto: ver curriculum Lattes  http://lattes.cnpq.br/7070676286783456

Formação Acadêmica: Mestre – USP

Área: Teoria Literária e Literatura Comparada

(Defesa: Os Narradores de “Causos” em “O Burrinho Pedrês”, SAGARANA, João G. Rosa)

Autor de

Cantare Estórias, maio de 2011, 2ª edição.

Sertão Flamboyant: estórias, 96.

O Camaleão: poemas, 2000.

BIBLIOGRAFIA INDICADA PARA O PROJETO

Andrade, Mário de. Macunaíma. São Paulo, Círculo do Livro.4.

___. Danças Dramáticas do Brasil. São Paulo. Livraria Martins ed., sem data, (1º Tomo)

São Paulo, Duas Cidades, 1987.

Aristóteles. Poética. São Paulo, Nova Cultural, 1996.

Azevedo, Alvares. Lira dos vinte anos. São Paulo, FTD, 1994.

___. Noites na Taverna e Poemas escolhidos. São Paulo, Moderna, 1995.

___. Macário. Belo Horizonte, Itatiaia, 1984.

Benjamin, Walter. “O Narrador”. In: Textos Escolhidos.’ Modesto Carone. São Paulo, Abril, 1983. (Os Pensadores)

Bopp, Raul. Poesia Completa de Raul Bopp ( Org. e com. Augusto Massi). Rio de Janeiro, José Olympio – Edusp, 1998.

Bosi, Alfredo. Reflexões Sobre a Arte. São Paulo, Ática, 1986.(Série Fundamentos)

Cascudo, Luís da Câmara. Contos Tradicionais do Brasil. Rio de Janeiro, Ediouro, 1998.

___. Vaqueiros e Cantadores. Rio de Janeiro, Ediouro, s/d.

___. Literatura Oral no Brasil. Rio de Janeiro, José Olympio Ed., 1978.

___. Dicionário do Folclore Brasileiro. Rio de Janeiro, Ediouro, s/d.

Candido, Antonio. Literatura e Sociedade. São Paulo, Editora Nacional, 1980.

___.  Formação da Literatura Brasileira. 2 vols. Rio de Janeiro, Ed. Itatiaia, 1993.

___. Vários Escritos. São Paulo, Duas Cidades, 1995.

Cassirer, Ernest. “A Linguagem” in: Antropologia Filosófica. Trad. Dr. Vicente Felix de Queiroz.  São Paulo, Mestre Jou.

Cortazar, Julio. Valise de Cronópio. Trad. Davi Arrigucci e João Alexandre Barbosa. São

Paulo, Perspectiva, 1993.

Eliade, Mircea. Mito e Realidade. Trad. Pola Civelli. São Paulo, Perspectiva, 1994.

Gotlib, Nádia Batella. Teoria do Conto. São Paulo, Ática, 2003. (Série Princípio)

Grilo, Nícia de Queiróz (organização) e outros. Grupo Granada de Contadores de História.

Histórias da Tradição Sufi. Rio de Janeiro, Edições Dervbish – Instituto Tarika, 1993.

Hoffmann, E.T.A. Contos Sinistros – “O homem da areia” e “Os autômatos” (Estudos de Oscar Cesarotto: No olhar do outro.) São Paulo, Ed. Max Limonad LTDA, 1987.)

Huizinga, Johan. Homo Ludens. Trad. João Paulo Monteiro. São Paulo, Perspectiva, 1999.

Jolles, André. Formas Simples. Trad. Álvaro Cabral. São Paulo, Cultrix, 1976.

Leite, Lígia Chiappini Moraes. No Entretanto dos Tempos. São Paulo, Martins Fontes, 1987.

Lopes Neto, João Simões. Contos Gauchescos e Lendas do Sul. São Paulo, Globo, 2001.

Martins, Nilce Sant’Anna. Introdução à Estilística. São Paulo, Queiroz, 1997.

Meneses, Adélia Bezerra de. O Poder da Palavra: ensaios de literatura e psicanálise. São

Paulo, Duas Cidades, 1995.

Nunes, Benedito. O Tempo na Narrativa. São Paulo, Ática, 1995. (Série Fundamentos)

Poe, Edgar Allan. Poemas e Ensaios. Trad. Oscar Mendes e Milton Amado. Rio de Janeiro,

Globo, 1987.

___. Histórias extraordinárias. São Paulo, Companhia das letras, 2008.

___. Selected Tales. London, Penguin. London, 1994.

___. The Raven and other favorite Poems. New York, Dove Publications, Inc., 1991.

Potocki, Jean. Manuscritos Encontrados em Saragoça. Trad. Ana Maria Alves. Lisboa, Editorial Estampa, 1971.

Ramos, Graciliano. Alexandre e Outros Heróis. Rio de Janeiro, 1979.

Romero, Sílvio. Estudos Sobre a Poesia Popular no Brasil. Petrópolis, Vozes, 1977.           (Coleção Dimensões do Brasil)

Rosa, João Guimarães. Sagarana. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1984.

___. Grande Sertão: Veredas. Rio de Janeiro, José Olympio, 1980.

Shelley, Mary. Frankenstein. São Paulo, Martin Claret, 2001.

Silveira, Valdomiro. Os Caboclos. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1962.

___. O Mundo Caboclo de Valdomiro Silveira. Rio de Janeiro, José Olympio, 1974.

Spina, Segismundo. Na Madrugada das Formas Poéticas. São Paulo, Ática, 1982.

___. A Lírica Trovadoresca. São Paulo, Edusp,1996.

Tavares, Hênio. Teoria Literária. Belo Horizonte, Itatiaia, 1974.

Vico, Giambatista. “Princípios de uma Ciência Nova: acerca da natureza comum das

nações.” In: Bruno / Vico. Trad. Antonio Lázaro de Almeida Prado. São Paulo, Nova, Cultural, 1988.(Col. Os Pensadores)

Warner, Marina. Da Fera à Loira: sobre contos de fada e seus narradores. Trad. Thelma

Médici Nóbrega, São Paulo, Companhia da Letras, 1999.

Zamuner, José Alaercio. Cantare Estórias. São Paulo, Plêiades, 2011.

___. “Tradição Oral e Literatura Erudita: a recuperação do Narrador” In: Ficções: Leitores e Leituras (org. Bosi, Viviana e outros). São Paulo, Ateliê.

___ Sertão Flamboyant. São Paulo, Lábaron, 1996. Editorial, 2001.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: